Lonely Hearts Club
Tinha tudo em baixo da manga, tirou as cartas e me encantou, me dominou, logo me vi perdida em você.

shaxaphone:

your honor, my client is innocent. like, come on. for real. come on, your honor. seriously dude

coagulo:

o sintoma de vida
é o amor
em sintonia com
todo o acaso
e sentimento de um simples
pulsar do coração

o sopro que ninguém sabe
se tem sentido,
se sabe
que é sentido

John

If you gave someone your heart and they died, did they take it with them? Did you spend the rest of forever with a hole inside you that couldn’t be filled?
 Jodi PicoultNineteen Minutes (via feellng)
Talvez seja mais como o que você falou antes, rachaduras em todos nós. Como se cada um tivesse começado como um navio inteiramente à prova d’água. Mas as coisas vão acontecendo… as pessoas se vão, ou deixam de nos amar, ou não nos entendem, ou nós não as entendemos… e nós perdemos, erramos, magoamos uns aos outros. E o navio começa a rachar em determinados lugares. E então, quando o navio racha, o final é inevitável.
Cidades de Papel.    (via corporizar)
Escrevo. E pronto.
Escrevo porque preciso,
preciso porque estou tonto.
Ninguém tem nada com isso.
Escrevo porque amanhece,
e as estrelas lá no céu
lembram letras no papel,
quando o poema me anoitece.
A aranha tece teias.
O peixe beija e morde quem vê.
Eu escrevo apenas.
Tem que ter por quê?
Paulo Leminski.    (via separou)